14/07/2024 +55 (67998900800)

Rio Verde

Dengue gov

Cadela Resgatada no Antigo Lixão de Rio Verde Ganha Novo Lar

Por O Norte News 09/07/2024 às 12:03:58


Nos últimos dias, nossa redação recebeu imagens comoventes de uma cadela sem raça definida que estava abandonada no antigo lixão de Rio Verde, localizado na estrada da Serra da Alegria. As fotos mostravam o animal em um estado visivelmente debilitado, evidenciando o abandono e o sofrimento que ela enfrentava.



Felizmente, essa história teve um desfecho feliz. Lucimar Castro, uma moradora da região, se sensibilizou com a situação da cadela e decidiu adotá-la, oferecendo um novo lar e os cuidados necessários para sua recuperação. "Eu não podia ignorar a situação dela. Acredito que todos devemos fazer nossa parte para ajudar os animais em necessidade," disse Lucimar emocionada.




O abandono de animais é uma prática cruel e ilegal. De acordo com a Lei 9.605/98, artigo 32, a pena para quem comete o crime de maus-tratos aos animais prevê de três meses a um ano de detenção. Recentemente, a pena para violência contra cães e gatos aumentou de 2 a 5 anos de prisão. A punição é agravada em um sexto a um terço se o crime resultar na morte do animal.



Casos como este reforçam a necessidade de conscientização sobre os direitos dos animais e a importância da denúncia de maus-tratos e abandono. Organizações locais de proteção animal e a comunidade em geral desempenham um papel crucial na promoção da adoção responsável e na proteção dos animais.



A história da cadela resgatada no antigo lixão de Rio Verde é um exemplo inspirador do impacto positivo que a empatia e a ação individual podem ter. Graças à generosidade de Lucimar Castro, a cadela agora tem uma nova chance de viver com dignidade e amor. Este caso destaca a importância de uma maior conscientização sobre os direitos dos animais e a necessidade de práticas responsáveis, como a adoção e o cuidado contínuo dos pets.


Para mais informações sobre adoção de animais e como ajudar, entre em contato com as organizações locais de proteção animal ou visite a delegacia de polícia para denunciar casos de abandono e maus-tratos.

Comunicar erro
Comentários